sábado, março 05, 2005

 

MANIFESTO

Votei CDS/PP. Fi-lo para tentar um objectivo que embora modesto, sabia-o perfeitamente, não seria fácil; eleger um deputado “sem papas na língua”, com sotaque açoriano (micaelense), e que nunca colocaria os interesses do partido em cujas lista fora eleito acima dos interesses do AÇORES.
Mesmo assim, fui avisando, para isso necessitava de, logo de manhã, tomar uma colher de azeite – não cheguei a fazê-lo tal foi o entusiasmo que coloquei no projecto – para que “o sapo” me não causasse engulhos!
Não estou a justificar o meu erro. Isso está feito!

Gostava é de saber em que estado estará a garganta daqueles que, votando no PS de Sócrates, tiveram de “chupar” sofregamente – embora devidamente embrulhado e lubrificado – com o fundador do CDS como segunda ou terceira figura do governo pelo qual empenhadamente se bateram ?

À posteriori o azeite não funciona. Mas sempre podem recorrer a “Pastilhas Valda”.

A bem da garganta



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?