terça-feira, outubro 04, 2005

 

Futuro e cidadania


Jornal de Campanha Nº dois
Páginas; 1 e 4


Jornal de Campanha Nº Dois
Páginas; 2 e 3

(clickando sobre cada uma das páginas, amplia, permintindo a leitura)


.................



Quando, nunca como agora – Avelinos, Felgueiras, Isaltinos e Valentinos são só os mais mediáticos –, a dependência dos cofres camarários de receitas provindas dos “lóbis do betão” gera um novo tipo de caciquismo que começa também a instalar-se nos Açores, Santa Clara, já freguesia, soube encontrar uma resposta, moderna – aproximando-se do que aponta a AGENDA 21 LOCAL –, para as eleições de 0 9/10/2005!
Assim, tentando combater a suspeição, indiferença e pessimismo que varre a sociedade no seu todo atingindo já preocupantes proporções na coisa pública, um grupo de cidadãos do lugar onde a história indica ter nascido Ponta Delgada, reuniu vontades e corporizou-as num programa que desse resposta ás múltiplas necessidades da nova freguesia.
Toda a vida autárquica necessita de uma dinâmica de mudança que dê confiança aos eleitores. Nada melhor do que pessoas enraizadas na população, independentes dos partidos, mas aceites pela maioria destes, para se encontrar as soluções que tragam de novo credibilidade à política. Foi este o percurso seguido por SANTA CLARA VIDA NOVA, um caminho do qual sairão dignificados os partidos que souberam compreender que em face do pluralismo e qualidade dos candidatos apresentados, era sensato desistirem de apresentar alternativas.
Há ainda a registar, não só a singularidade do acontecimento, como também a lição de cidadania, e maturidade, dos que ousaram escolher novos caminhos!
Do próprio. In Açoriano Oriental/Crónicas do Aquém



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?