terça-feira, outubro 05, 2004

 

TORRES CADUCAS I


Recorte de 03.26

Exercício de Ignácio González:

Na baia de Ponta Delgada, em lugar submetido a mudanças patentes, elevam-se quatro torres orientadas para optimizar a energia que se referencia na paisagem da ilha através da sua imagem emergente e característica. A sua organização interna, e o espaço público gerado entre elas pretende construir um complexo em que os seus utilizadores possam recorrer experimentalmente o espectro completo desde a intimidade-privacidade ao público-colectivo. As torres têm uma organização complexa, com usos diversos subdivididos em vivendas e espaços colectivos. Serão usadas as pedras encontradas no local e a sugestão da paisagem e do clima para gerar um sistema construtivo que permita regular o envelhecimento no tempo tomando simultaneamente a referência da decomposição dos resíduos e as alterações cromáticas da paisagem nas diferentes estações.
O trabalho explora as possibilidades de projecto do tempo incorporado na imparável actividade microscópica da mudança permanente, que já não é deterioração ou decomposição, mas sim transmutação e continua busca simbiótica de um equilíbrio de corte biológico.
(tradução livre e apressada)

In:
CAMBIO + ENERGIA + INFORMACIÓN / PALACIOS DE LA DIVERSIÓN / ISLA DE SAN MIGUEL / MEMORIA DE PROYECTOS CURSO 2003/04 / UNIDAD Q - ETSAM
Juan Herreros Posted by Hello



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?