terça-feira, outubro 23, 2007

 

Madeira/Açores

Na tropa – dizem! -, a antiguidade por si só é um posto. Daí talvez, não obstante à luz dos tempos que correm não serem muito expressivos os anos de diferença entre a descoberta e colonização de cada um dos arquipélagos, o significativo avanço, e a maior maturidade patenteada, regra geral a nosso desfavor, sempre que se comparam as realidades; Açores/Madeira. Até no futebol!
O “Marítimo da Madeira” esteve (mais uma vez) entre nós, e uma vez mais marcou a diferença – claro que não me refiro ao resultado do jogo! – entre as duas realidades desportivas. Como anfitrião o CDSC procurou estar à altura. Este esforço, justamente reconhecido – os visitantes não pouparam palavras de agrado –, terá tanto mais utilidade quanto esta ocasião puder ser também aproveitada como um “curso intensivo de dirigismo desportivo”. Há oportunidades que não se devem perder, e “as lições” (protocolo, representatividade, organização desportiva) e “os manuais” que por cá ficaram, para quem quiser ou puder aprender, foram, e são muito úteis.
É óbvio que já não estamos em 1925, quando o “Marítimo da Madeira” – um ano antes de ser campeão de Portugal –, a convite da Associação de Futebol, então liderada pelo Dr. Agnelo Casimiro, veio pela primeira vez a São Miguel efectuar um autêntico curso de futebol, proporcionando simultaneamente um grande festival de golos (nos quatro jogos efectuados marcou 36 golos e apenas sofreu 3). Nem estamos em 1935, quando, no Funchal (durante uma escala do “Carvalho Araújo” – entre as 08:00 e as 16:00 - em viagem entre Lisboa a Ponta Delgada), o Clube Desportivo Santa Clara e o Club Sport Marítimo se defrontaram pela primeira vez, com o resultado do encontro cifrando-se num volumoso 6-0.
Já em 2007 continua a haver muito para aprender. O saber não ocupa lugar, nem nunca é tarde. Basta vontade, e querer!
A. O. 23/10/07; “Cá à minha moda”



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?