quarta-feira, dezembro 15, 2004

 

DURO, MAS SENTIDO; com o devido respeito.

Memória (linguagem pouco cuidada, desabafo de café)
Não deixa de ser curioso: enquanto o PS foi poder da República o governo açoriano aceitou tudo, de colónia para baixo, recusando a verdade, justiça, decência, designadamente sobre o acordo de utilização de uma base militar que também beneficia – do lado português -financeiramente meia dúzia de bandidos, financiadores de partidos e canalhas. E é agora que vem falar, em Dezembro de 2004? Vão para «a puta que os pariu», pois não sei o que é pior se um povo que aceita tudo, se esta gente tirana, hipócrita, cínica e mentirosa que vê na ignorância alheia espaço para justificar o exercício de cargos públicos.
( Escumalha, será que esta gente gosta de ser enganada por escumalha, aqui no sentido de escória ?)
(e lembro-me dos cobardes que aceitaram trair a sua terra para não ofender os colonizadores, cobardes todos de joelhos, de cócoras).
(li as actas verdadeiras de 2000-2001 e nunca tive tanto orgulho, pois houve alguém que disse que primeiro que as alianças da maçonaria, do PS, do PSD, dos negócios, da máfia, estava o povo açoriano)
António João Correia. in RESISTIR http://resistir.blogspot.com



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?