terça-feira, fevereiro 01, 2005

 

Mais um 31

Comemorou-se, ontem, mais um falacioso aniversário do CDSC!
Podia ser apenas outro. Mas não. É mais um a acrescentar àqueles que entretanto passaram já depois de terem sido assumidos compromissos, que antecipadamente se adivinhavam pouco sérios, no sentido de ser apurada a verdadeira data de fundação do clube, o último dos quais, em sede da profunda e competente revisão aos estatutos; como tal, “abortada”. Claro!
Que necessidade tem, hoje, o CDSC de manter a farsa do 31 Janeiro de 1921?
Sinceramente; depois do elevado custo que o clube está a pagar pela ilusão e falsidade mantidas até recentemente, muitas delas sustentadas por quem dá cobertura à fantasia do 31 Janeiro de 1921, que sentido faz persistir no mesmo caminho; a mentira e seus nefastos resultados?
Sejamos sérios:
1 - Haverá quem seja capaz de demonstrar qual a relação existente entre o 31 Janeiro de 1921 e a fundação do CDSC?
2 - Haverá quem consiga desmentir que a existência do CDSC, no máximo, remonta a Maio de 1927, e que os seus estatutos de fundação foram aprovados, inequivocamente, numa AG expressamente convocada para o efeito realizada a 21 Junho de 1927?
3 - Haverá alguém que negue o facto de entre os outros “Santa Clara” que existiram antes do CDSC, como ele membros da Associação de Futebol, algum tenha existência anterior ao Verão de 1922?
Não. Não pode ser só teimosia. Nem será sempre que o 31 Janeiro coincide com o Carnaval!
Do próprio. In Açoriano Oriental/Cónicas do Aquém
PS Agradeço ao João de Brito Zeferino as simpáticas palavras que me tem dirigido sobre este tema, algumas delas publicadas muito recentemente. Porém, e tal como já tive oportunidade de por outra via lhe transmitir, na busca da verdade, entre as palavras rudes que a possam revelar e as simpáticas que habitualmente a contornam, podendo escolher, são as primeiras aquelas que prefiro!



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?