sexta-feira, outubro 14, 2005

 

MAU PERDER


(Click sobre a imagem para a ampliar)

Recorte da costa perto da Ponta Baltasar Roiz (Ponta da Eira como é conhecida em Santa Clara), com o falol em destaque.

Apropriando-me, para dele fazer título, de um termo usado num comentário recente – obrigado Zé do Ramalho. Agora, julgo já saber quem tu és! -, e depois de eu próprio ter sido testemunha presencial – podia até dizer vítima; mas não quero! (esta coisa dos virtuosos só dentro do Templo tem muito que se lhe diga. Como alguém me prevenia recentemente; “não te esqueças da parábola do Fariseu”) – do muito “mau perder” de alguém que, em abono da verdade devo dizer, na hora mais difícil até teve uma atitude digna e já aqui louvada, mas que entretanto, ao que parece, com o passar do tempo, em vez de cuidar da respectiva cicatrização, permite que lhe inflamem as feridas provocadas por uma peleja que não soube, não pode, ou não quis evitar (e nem foi ele o principal derrotado), não posso deixar de aqui registar três notas:

1 – Se Berta Cabral, depois de usar e abusar da sua origem santaclarense para justificar o enorme empenho que teve em prol da lista liderada pelo Sr. Ramos, conhecidos os resultados, passa logo a ignorar Santa Clara e rejubila com a vitória do PSD na Fajã de Baixo, e até, cometendo um erro (chamou-lhe Fajã de Cima), lhe chama “a sua” freguesia, não sei o porquê de tanto alarido por Mário Abrantes – membro destacado da lista SANTA CLARA VIDA NOVA, obreiro empenhado da proposta que acabou originando a criação da freguesia de Santa Clara, e militante de um dos partidos que acedeu a desistir de apresentar lista por Santa Clara para que o projecto “SANTA CLARA VIDA NOVA” pudesse sair reforçado – ter assumido como, também, sua – ou até do partido que integra - a vitória em Santa Clara.

2- Descansem os que se dizem preocupados com possíveis “manipulações”, vindas de onde quer que seja, sobre a lista SANTA CLARA VIDA NOVA. Nós – e Santa Clara não estaria tão prejudicada se outros tivessem a nossa firmeza – já demos provas de pensar pela nossa cabeça, e de não nos deixarmos levar pela mão seja de quem for. É só comparar!

3 – Os resultados globais das eleições em Santa Clara, só por si, dão bem conta do nível de esclarecimento – e, mesmo resistindo a muitas e descaradas provocações, foi enorme o nosso contributo neste sentido – daqueles que em nós confiaram o seu voto.

Em números aproximados foi assim:

Dos 2410 inscritos, votaram 1004, e destes;
Junta Freguesia - 486 SANTA CLARA VIDA NOVA / 473 PSD;
Câmara Municipal - 689 PSD / 217 PS / 39 CDU / 26 BE / 9 CDS/PP;
Assembleia Municipal - 586 PSD / 272 PS / 44 CDU / 42 BE / 16 CDS/PP.

Portanto, não vale a pena tentarem “misturar” aquilo que nós, desde o princípio, sempre soubemos separar.
Todos podiam “cantar” vitória. Se derrotados houve, nós bem que os tentamos evitar.
Cada um que assuma as suas responsabilidades.
Agora, é SANTA CLARA o que mais interessa!



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?