quarta-feira, outubro 28, 2009

 

Outro exemplo VIDA NOVA: lixo de campanha


Forum Local - Açoriano Oriental de 12 Outubro de 2009

Passe a imodéstia (mas sinto que a ínfima parte que me cabe não deve impedir o aproveitar desta oportunidade para valorizar o enorme universo que os restantes contributos representam), mas têm sido muitos, e bons, os exemplos proporcionados pelo movimento de cidadania que sob o lema “Santa Clara – Vida Nova” tem corporizado a consistente retaguarda do executivo da Junta de Freguesia de Santa Clara. Foi assim nos últimos 4 anos, assim será, estou convicto, de forma renovada e reforçada nos próximos quatro, pois será este o melhor modo de corresponder ao reforço de confiança e legitimidade expresso nas urnas, com o substancial aumento de votação que o grupo “Vida Nova”obteve.
Para este segundo mandato, onde o lema “Renovação: avança uma nova geração”, muito mais do que um simples slogan, foi também um exemplar modo de actuação, de rejuvenescimento, de incremento de massa crítica, de equilíbrio – muito para além do fixado por lei - quando ao género na composição da lista, corro reduzido risco de enganar-me afirmando que a superação de outros exigentes desafios ficará também registada na lista dos exemplos a ter em conta.
Desde já, podemos tomar como referência um, de pouca importância quando comprado com alguns dos demais, mas que não deixa de apresentar grande significado. Aconteceu logo após as eleições, na segunda-feira (12 Outubro), já que, enquanto outros mantinham a sua permanente campanha eleitoral - apenas transferindo dos placares e panfletos para os jornais os seus slogans e promessas muito requentadas, porém, sempre a jeito para mesmo assim serem oportunisticamente redistribuídas para publicação "na data certa" -, “Vida Nova” empenhava- sereme em retirar da rua todo o seu material de campanha. Exemplo que, embora a custo foi seguido por todos os outros, o que acabou libertando Santa Clara, em pouco mais de uma semana, de todo “lixo de campanha” lá depositado. Um “lixo” que ainda se pode ver com facilidade em muitas outras freguesias de Ponta Delgada e arredores, com cartazes onde a cara dos candidatos, cada vez mais amarelecida, por vezes mesmo apresentando-os como padecendo de grave cirrose hepática, mesmo assim não parece ser razão suficiente para os impelir a proceder (ou mandar que outros procedem) à sua rápida, e tão requerida quanto salutar, remoção.

A.O. 27/10/09; “Cá à minha moda”



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?