sábado, julho 20, 2013

 

VIDA NOVA

Foi já há oito anos, mas parece ter sido ontem! 
Ansiosos por dar o “primeiro passo”, cedo chegou a primeira surpresa desagradável: saber que a “Comissão Instaladora”, ao contrário do dito na Lei, só mais tarde seria constituída; com a tomada de posse a acontecer cerca de três meses antes das eleições, não a seis, como seria normal e era esperado! 
Iniciado o processo de certificação da recolha de assinaturas de que carecem as candidaturas de Grupos de Cidadãos, já Santa Clara fervilhava com a campanha para as Autárquicas de 2005, prenhe de cartazes (com promessas que 8 anos depois ainda estão por cumprir) e repleta de inaugurações, quando “Santa Clara – Vida Nova” começou a receber as primeiras “bocas”: “Não admito que outros escondidos por trás de listas de independentes venham agora descobrir Santa Clara” disse-se na altura, sem imaginar o número de filiados e apoiantes do seu partido estava ofender e afrontar com a provocação. Afrontar e ofender porque de facto não eram (nem são) “outros”, mas também porque mesmo destes, muitos, desde há muito, não só já conheciam, como tinham dado muito na defesa dos interesses da localidade, nomeadamente em abono da causa que permitiu Santa Clara readquirir o estatuto de freguesia! Mas as “bocas” não se ficaram por aí. A par das muitas “promessas” que o tempo se encarregou de demonstrar o quanto eram demagógicas e enganosas, apareceram também os provocatórios desafios que já antecipavam ambições mais tarde confirmadas: “Esta obra é apenas o início de um processo de requalificação que irá chegar ao largo da Igreja…”, e logo: “Esperamos agora que o Governo possa também cumprir a promessa de requalificação da Av. Príncipe do Mónaco”. É conhecido o resultado dos desfechos eleitorais que se seguiram (em 2005 e 2009), e quem passar em Santa Clara facilmente confirmará quem cumpriu e quem mentiu!
Santa Clara mudou muito, o “Jardim Padre Fernando” e o “Novo Ramalho” são apenas dois exemplos bem elucidativos. Há também, infelizmente, o que, custosamente, se arrasta: “os Tanques da Bencom” e o “Matadouro”, muito embora num e noutro caso "o seu dia” já tardasse mais! Mas mau demais é o que se passa com a 2ª Rua de Santa Clara, a tal promessa de requalificação anunciada em 2005, mais tarde repetida e reforçada, mas até hoje teimosamente adiada a coberto dos mais diversos pretextos. Desculpas que continuam. É pena! 

A.O. 20/07/2013; “Cá à minha moda" (revisto e acrescentado) 



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?